Cerveja pode ser mais eficaz para alívio de dores que Paracetamol, diz estudo

De acordo com uma nova pesquisa, beber duas cervejas é mais eficaz no alívio da dor do que tomar analgésicos.
Ao longo de 18 estudos, pesquisadores da Universidade de Greenwich descobriram que consumir cerveja pode reduzir o desconforto.

Ao elevar o seu teor de álcool no sangue para aproximadamente 0,08 por cento, você dará ao seu corpo “uma pequena elevação do limiar da dor” e, portanto, uma “redução de moderada a grande nos índices de intensidade da dor”.

Os pesquisadores explicaram: “Os resultados sugerem que o álcool é um analgésico eficaz que proporciona reduções clinicamente relevantes nas avaliações da intensidade da dor, o que poderia explicar o uso indevido de álcool em pacientes com dor persistente, apesar de suas consequências potenciais para a saúde a longo prazo”.

Não está claro, no entanto, se o álcool reduz os sentimentos de dor porque afeta os receptores cerebrais ou porque apenas diminui a ansiedade, o que nos faz pensar que a dor não é tão ruim.

O médico Dr. Trevor Thompson, que liderou o estudo na Universidade de Greenwich, em Londres, disse que: “O álcool pode ser comparado a drogas opioides como a codeína e o efeito é mais poderoso do que o paracetamol.

“Se podemos fazer uma droga sem os efeitos colaterais prejudiciais, então poderíamos ter algo que é potencialmente melhor do que o que está lá fora no momento.”

No entanto, especialistas também esclarecem que os resultados do novo estudo não significam que o álcool é bom para nós.

Rosanna O’Connor, diretora de Álcool e Drogas da Public Health England, disse: “Beber muito lhe causará mais problemas a longo prazo. É sempre melhor buscar um médico”.