sexta-feira, 27 novembro 2020

Moradores do Kemel em Poá relatam “infestação” de aranhas, por causa de terreno da Sabesp

Recebemos nas últimas horas o relato de alguns moradores do Kemel argumentando suas revoltas contra um terreno de adultor da Sabesp.Andreia é moradora do Kemel, mais precisamente na avenida Elias Zugaib, e reside ao lado de um terreno que a Sabesp utiliza para fazer tratamento e abastecimento de água. A moradora reclama que o terreno não vem sofrendo zeladoria constantes o que ocasiona no aumento do número de insetos.Andreia mora com seu filho e sua mãe de 78 anos, e nestes últimos dias com a forte presença de umidade, por causa da chuva e as altas temperaturas, tem problemas com aranhas que podem ser vistas vários cantos da casa.A moradora, inclusive já fez reclamação na Sabesp, para tomar alguma providência , a empresa deu o prazo de 10 dias, porém o prazo se passou e a prestadora de serviço não resolveu o problema.