Uma pré-seleção com recolhimento de currículos para 600 supostas vagas na área da construção civil foi realizada do dia 7 de janeiro ao dia 11 de janeiro, no Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de Suzano (que fica dentro do Centro Unificado de Serviços da Prefeitura de Suzano) causou dúvidas entre os participantes.

As vagas colocadas à disposição por duas empresas aos interessados são para atuar em obras nos Estados Unidos e em Portugal, com salários a partir de R$ 6 mil.
Nas redes sociais, alguns selecionados para atuarem nessas supostas obras mostraram indignação pela demora na conclusão do processo seletivo e pela cobrança de 180 reais em um exame psicossocial.

A página Suzano Hoje, na rede social Facebook convidou seus seguidores(as) que tenham participado desta seleção e que quisessem responder algumas perguntas sobre o assunto para fazer contato através do Whatsapp.
Cerca de cinquenta pessoas fizeram contato com o Suzano Hoje, afirmaram que foram selecionados para atuarem nas obras, que pagaram os 180 reais para a realização de exame psicossocial (perante a promessa de reembolso futuro independente dos resultados) e que receberam um prazo para contato das empresas para concluírem o processo de seleção.

A maioria das pessoas que fizeram contato com o Whatsapp da página Suzano Hoje afirmaram que estavam preocupadas com a demora das empresas na conclusão do processo seletivo, pois, o prazo estipulado após a realização dos exames já tinham se esgotado. Até o momento, ninguém teria recebido o prometido reembolso do que foi pago na realização de exames.

Até o momento, a Prefeitura de Suzano, o prefeito Rodrigo Ashiuchi e o PAT Suzano não se posicionaram sobre o assunto.
Tentamos contato com as supostas empresas e seus representantes, mas, não fomos atendidos.

COMPARTILHAR