Nesta ultima quarta-feira (31) de janeiro, um motorista de aplicativo, de 33 anos, foi detido em Poá, por estar cometendo ato obsceno. Os policiais flagraram o ato, o homem tentou resistir e depois caiu em lágrimas, arrependido de tal situação, segundo a Polícia Militar.

Os policiais foram acionados por uma vendedora de zona azul, de 25 anos. A mulher disse que estava fiscalizando as ruas da Vila Santo Antônio, quando ao adentrar na Rua Antônio Luiz, viu o motorista se masturbando no banco da frente.

O homem, viu a vendedora, e continuou se masturbando, e sorrindo para a moça, que desesperada, correu e chamou a polícia.

Os policiais verificaram que o motorista, já tem passagem por porte de arma. O homem chorou, e confessou que estava se masturbando.

Na delegacia, o homem negou os fatos, assinou um termo circunstanciado por ato obsceno e vai responder em liberdade. O carro do motorista de aplicativo, foi preso por documentação irregular.

COMPARTILHAR