Na manhã desta segunda-feira (04), sócios e funcionários da empresa Midas Incorporadora e Investimentos LTDA foram levados pela Polícia Militar para averiguação na zona sul da cidade de São Paulo.

No momento da chegada de viaturas da Polícia ao Centro Comercial Santo Amaro, no bairro Granja Julieta em São Paulo estava ocorrendo a realização de exames psicossociais com supostos selecionados em várias cidades do estado de São Paulo para vagas de emprego no exterior. No local, estava sendo cobrado 180 reais por candidato.

Segundo uma fonte do site SuzanoHoje.com no local, um dos sócios levados pela Polícia é Willams da Silva Hardman.

Willams, que se identifica publicamente como Will Hardman é foragido da Justiça do Rio Grande do Norte desde janeiro de 2017, quando o juiz Raimundo Carlyle de Oliveira Costa, da 3ª Criminal de Natal, decretou sua prisão preventiva num processo que correu à revelia. O crime do qual ele é acusado é estelionato.

Além dos sócios e dos funcionários da empresa Midas, foram levados pela Policia como testemunha os supostos selecionados para vagas de emprego que estavam no local.

Seleção de vagas em Suzano

A Midas Incorporadora e Investimentos LTDA é a mesma empresa que realizou em Suzano, nos dias 7 a 11 de janeiro, uma duvidosa seleção para vagas de emprego no exterior dentro do Centro Unificado de Serviços da Prefeitura de Suzano. Na ocasião, os selecionados também tiveram que desembolsar R$ 180,00 para realizarem um exame psicossocial.

Selecionados reclamaram nas redes sociais do valor do exame e também da demora da empresa na conclusão da seleção.

COMPARTILHAR