Em meio a diversas crises em seu governo, Ashiuchi reinaugura “praça reformada” neste sábado (16)

Em meio a diversas crises em seu governo, como a dívida milionária que poderá fechar a Santa Casa de Suzano, o golpe das 600 vagas de emprego, a denúncia sobre o aumento da tarifa de ônibus e o polêmico pedido para o fim da Lei do Silêncio na cidade, o prefeito Rodrigo Ashiuchi (PR) realiza neste sábado (16) a reinauguração da Praça Cidade das Flores.

O evento, aberto ao público, terá início às 9 horas e promete uma série de atividades ao ar livre. A festividade marca a reabertura do local após três meses de revitalização. A ação se estende até as 16 horas, com música, brinquedos, dança e feira gastronômica e de artesanato. A solenidade oficial para entrega da obra ocorrerá às 11 horas.

Haverá jogos de vôlei, xadrez gigante – pelo Programa Esporte e Lazer da Cidade (Pelc) –, brinquedos infláveis e apresentações no palco montado exclusivamente para a festa. A praça revitalizada também recebeu um letreiro especial com o nome da cidade.

A obra no local envolveu requalificação dos espelhos d’água, rearborização, melhorias na iluminação e manutenções hidráulicas, inclusive com a colocação de novas bombas para as fontes e trabalhos de impermeabilização. Os serviços duraram cerca de três meses, realizados por meio de contrapartida da empresa Integra Desenvolvimento Urbano Ltda., estimada em R$ 500 mil.

O projeto original, assinado pelos arquitetos Marcos Boldarini e Márcia Halluli Menneh, é datado de 2005 e previa a interligação da sede dos Três Poderes do município (Executivo, Legislativo e Judiciário) por meio da implantação da praça de 18 mil metros quadrados. Em 2007, a Praça Cidade das Flores foi considerada a maior do Alto Tietê, cumprindo a função de interação entre as pessoas e o espaço público. Vale também destacar a importância da obra em relação à transformação e à modernização do tecido urbano ao redor.

Trânsito

Em razão das atividades de lazer que ocorrerão, serão necessárias mudanças no trânsito local. A avenida Paulo Portela e a rua dos Três Poderes ficarão totalmente interditadas desde a madrugada de sábado, das 4 às 19 horas. Desta forma, o tráfego de veículos e as linhas do transporte municipal que têm este trecho como parte dos seus itinerários serão direcionados para duas vias paralelas, como forma de manter a ligação entre a rua Baruel e a avenida Antônio Marques Figueira: a rua Paraná toda no sentido centro-bairro e a rua Ipiranga no oposto.