Poá terá “Sala Rosa”, para defender direitos de mulheres vítimas de violência doméstica e sexual

A Subseção da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de Poá, junto a delegacia de Polícia, anunciaram que em breve será inaugurado um espaço destinado ao acolhimento, atendimento, orientação e encaminhamento das mulheres vítimas de violência doméstica e/ou sexual.

No momento, para o bom funcionamento da Sala Rosa, estão sendo cadastradas advogadas que possuam interesse em prestar referidos serviços voluntários. A OAB enfatiza que a participação das advogadas aos atendimentos destinados ás mulheres vítimas de violência doméstica e/ou sexual, como papel crucial de defender todos os direitos da mulher, e pela representatividade que darão a classe feminina.

Poá, não continha um setor em defesa da mulher tão ágil e que transparecesse confiança, como irá representar a Sala Rosa para defender os direitos da mulher.