quinta-feira, 29 outubro 2020

Represa Jundiaí em Mogi das Cruzes está em estado de alerta após fortes chuvas e poderá transbordar, diz Sabesp e DAEE

Nas últimas horas, a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) em conjunto com o DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica) comunicaram que a Represa Jundiaí em Mogi das Cruzes encontra-se em estado de alerta e caso permaneçam as chuvas nas próximas horas na Bacia do Jundiaí (o índice pluviométrico das últimas 5 horas atingiu 150mmo) há previsão de em 12 horas atingir a cota máxima e com isso poderá haver vertimento (transbordamento) de água excedente represada na barragem Jundiaí.

Segundo o comunicado, isso quer dizer que as chuvas acima da média na região encheram os reservatórios que represaram as águas excedentes e que, nesse momento, o Reservatório Jundiaí chega a um estado de alerta e caso atinja o seu limite máximo operacional o volume excedente da água passa a verter (transbordar).

A Sabesp e o DAEE, mesmo como o comunicado, tranquiliza a população lembrando que a estrutura/barragem apresenta condições operacionais adequadas e não há motivos para se pensar em riscos na estrutura da barragem mesmo com o vertimento (transbordamento) de água excedente.

A várzea à jusante da barragem encontra-se bem encharcada devido às chuvas dos últimos dias e já apresenta locais com alagamentos. Caso haja vertimento (transbordamento) da água excedente poderão ser afetados os bairros do Município de Mogi das Cruzes: Jardim Santos Dumont II, Jardim Santos Dumont III, Jardim Aeroporto II, Jardim Aeroporto I, Jundiapeba, Oropó, entre outros junto à várzea do rio.