terça-feira, 20 outubro 2020

SAMU tem somente duas unidades móveis em Poá

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) atravessa sua pior fase de administração pública no Estado de São Paulo. Vários postos do Samu estão sendo fechados por não conseguir oferecer condições de trabalho aos colaboradores.
Em Poá, os números de ambulâncias disponíveis é alarmante, o município de aproximadamente 115 mil habitantes, conta atualmente com duas unidades móveis para atender o município, o que obriga muitas vezes, solicitar ajuda de cidades vizinhas dependendo da gravidade
O atendimento prestado pelo SAMU é excelência de atendimento, mas as condições oferecidas pelo Governo do Estado de São Paulo é algo alarmante e que precisa de uma rápida solução.