quinta-feira, 3 dezembro 2020

Em reunião com Vereador Netinho, comerciantes do Dona Benta reclamam da demora das obras na região

Vereador suzanense se reuniu na tarde desta terça-feira (23 de abril) no Mini Shopping do Jardim Dona Benta com vários representantes de estabelecimentos comerciais da região

Com o intuito de buscar soluções para os inúmeros transtornos enfrentados pela população do Jardim Dona Benta em função da morosidade das obras de requalificação de infraestrutura do centro comercial do distrito, o vereador José Alves Pinheiro Neto (PDT), o Netinho do Sindicato, se reuniu nesta terça-feira (23 de abril) com comerciantes da região.

Realizada no Mini Shopping do Dona Benta, a reunião contou com a presença de vários representantes dos estabelecimentos comerciais da região. A agenda é uma reivindicação dos comerciantes locais que cobram melhorias para o distrito, principalmente devido aos prejuízos provocados pelas obras que haviam sido paralisadas e foram retomadas após cobrança do vereador.

Além das crateras que se formaram nas ruas prejudicando o acesso dos consumidores aos estabelecimentos comerciais, a população local ainda sofre com a poeira, a falta de segurança e de sinalização, além de outras medidas para organizar o trânsito, o que tem ocasionado vários acidentes no local, com destaque aos atropelamentos.

“Nossa região está esquecida. Anunciaram as obras, mas só cavaram os buracos e mais nada, o que vem causando prejuízos às vendas. As calçadas estão esburacadas e muitas crateras se formaram, o que dificulta o acesso dos consumidores que não conseguem adentrar em muitos estabelecimentos. Além disso, devido à falta de sinalização os acidentes de trânsito têm sido constantes”, diz Julia Vieira dos Santos Neta, síndica do Mini Shopping Dona Benta.

As reivindicações da população do distrito têm sido alvo constante das ações do mandato do vereador Netinho. A ideia é encaminhar uma pauta de reivindicações ao prefeito Rodrigo Ashiuchi (PR).

“O poder público precisa garantir infraestrutura para que haja desenvolvimento. Continuarei acompanhando e fiscalizando o andamento dessas necessidades”, afirma Netinho.