quinta-feira, 22 outubro 2020

Prédio da Santa Casa de Suzano será leiloado em julho e a cidade poderá perder único pronto-socorro público

O prédio da Santa Casa de Misericórdia de Suzano, com uma área avaliada em 20 milhões de reais, será leiloado no dia 2 de julho, a decisão é do Tribunal Regional do Trabalho (TRT).
As informações são do jornalista Marcus Pontes, do jornal Diário de Suzano e tem como fonte principal o site JusBrasil.

Serão incorporadas no leilão as seguintes edificações: Pronto-Socorro, administrativo, hemocentro, anfiteatro e ortopedia, fisioterapia, além do prédio da Funerária Colina dos Ipês (área concedida para atuação de uma empresa privada). O tamanho do terreno é 10.850 metros quadrados.

Os interessados na aquisição do prédio da Santa Casa de Suzano deverão garantir lance de 30% do valor total, que é de R$ 20.034.115. O pregão se dará eletronicamente e/ou presencial e os lances poderão ser realizados das 9 às 18 horas, inclusive aos sábados, domingos e feriados.

A unidade hospitalar tem um histórico antigo de dívidas. No total, são R$ 321 milhões. Desse total, cerca de R$ 70 milhões de dívidas gerais (fornecedores, tributos e etc), R$ 229 milhões de ações judiciais em trâmite e R$ 13 milhões de dívidas no Tribunal de Contas.

(com informações do Diário de Suzano/Marcus Pontes)