quinta-feira, 29 outubro 2020

Outra vez, justiça nega pedido para suspender leilão do prédio da Santa Casa de Suzano

Outra vez, a Justiça negou um pedido para suspender o leilão do prédio da Santa Casa de Suzano, marcado para o dia 2 de julho, a decisão é do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRF-2). A informação é do jornal Diário de Suzano.

A primeira decisão desfavorável havia sido dada no início deste mês, a possível venda poderá encerrar os atendimentos na unidade de saúde.

A suspensão do leilão poderá ser dada assim que seja apresentado um plano por parte do departamento jurídico da Santa Casa de Misericórdia para liquidar créditos trabalhistas, previdenciário, honorários, custas, correção monetária, juros e etc, tendo, inclusive, a manifestação dos credores a respeito do tema.

Leilão

A decisão do TRF-2, diz que o terreno, de 10.850 metros quadrados, foi avaliado em R$ 20 milhões. Serão incorporadas as seguintes edificações: Pronto-Socorro, administrativo, hemocentro, anfiteatro e ortopedia, fisioterapia, além do prédio da Funerária Colina dos Ipês (área concedida para atuação de uma empresa privada).

(com informações do Diário de Suzano/Marcus Pontes).