Projeto de lei do prefeito Ashiuchi mantém seu próprio salário em 22 mil reais e o de vereadores em 12 mil reais até 2020

Na sessão desta quarta-feira (19) da Câmara de Vereadores de Suzano, será votado um projeto de lei de autoria do prefeito de Suzano Rodrigo Ashiuchi (PL) que poderá adequar as leis municipais, números 4995 e 4996, de 28 de junho de 2016, sobre os salários do prefeito, vereadores e secretários.

O projeto de lei pede que seja revogado o artigo 5º da mesma legislação que antigamente permitia que os salários dos políticos sofressem reajustes junto com os valores do funcionalismo público.
O atual quadro de salários do prefeito, vereadores e secretários foi fixado em 2016, na legislativa passada. Com a revogação do artigo 5º da Lei 4996, os reajustes só poderão ser fixados no final deste mandato, em 2020.

Atualmente, o salário do prefeito Rodrigo Ashiuchi (PL) é de R$ 22 mil. O vice-prefeito Walmir Pinto (PDT) ganha R$ 11 mil; os secretários recebem R$ 12,5 mil. Os salários dos vereadores está na Lei 4995, de 28 de junho de 2016. O mesmo artigo 5º também será revogado. Atualmente, os parlamentares ganham R$ 12,5 mil.

Com a atualização nas leis, os subsídios não poderão ser reajustados, acompanhando o aumento de salário dos servidores públicos.

(com informações do jornal Diário de Suzano/Edgar Leite)