sexta-feira, 4 dezembro 2020

Governo Bolsonaro lança o programa Saque Certo e população poderá sacar até 500 reais de contas do FGTS

Na tarde desta quarta-feira (24), o Governo Federal lançou o programa Saque Certo, que permitirá a população o saque de contas ativas e inativas do FGTS e também do PIS/PASEP.
O Lançamento contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro, do vice-presidente General Mourão, do Ministro da Economia Paulo Guedes e outras autoridades.

Imediatamente, os interessados poderão sacar até 500 reais de contas ativas e inativas do FGTS. O saque poderá ser feito de agosto de 2019 a março de 2020.
Segundo o governo, 81% das contas do FGTS têm menos de R$ 500,00. E 37% das pessoas com nome negativado têm dívida menor que esse valor.

Saque no aniversário

Além do saque inicial de até R$ 500, o governo também anunciou uma nova modalidade de saques a partir de 2020: no aniversário de cada trabalhador.

Essa modalidade permitirá a realização de saques anuais, o que, segundo a área econômica, garantirá mais “autonomia ao trabalhador, que poderá contar com uma renda extra e optar pela melhor forma de utilizar o seu dinheiro depositado no FGTS”.

“Os interessados em migrar para esta modalidade terão que comunicar a Caixa Econômica Federal, a partir de outubro de 2019. Ao confirmar a mudança, o trabalhador deixará de efetuar o saque em caso de rescisão de contrato de trabalho”, informou o governo.

O Ministério da Economia explicou que essa migração não é obrigatória. Caso não comunique a intenção de aderir, o trabalhador permanecerá na regra anterior.
“Quem realizar a mudança, por questão de previsibilidade do fundo, só poderá retornar à modalidade anterior após dois anos a partir da data de solicitação à instituição financeira”, informou o governo.

Na modalidade saque-aniversário, os cotistas com saldo menor poderão sacar anualmente percentuais maiores.