quinta-feira, 3 dezembro 2020

Nesta sexta-feira (26), dia de Nossa Senhora de Sant’Ana, é feriado na cidade de Mogi das Cruzes

Nesta sexta-feira (26), data em que é celebrado o dia de Nossa Senhora de Sant’Ana, é feriado na cidade de Mogi das Cruzes.
A santa é padroeira do município e o feriado do dia 26 de julho já é uma tradição do calendário da cidade.

O feriado vai alterar o funcionamento de serviços como os da prefeitura, câmara de vereadores, bancos, correios, repartições públicas e outros.

História

Segundo a tradição católica, Ana não tinha filhos e vivia junto com o marido Joaquim em Nazaré. Eles eram estéreis e, certo dia, Joaquim se retirou ao deserto para permanecer 40 dias em completo jejum e oração.
Então, dois anjos foram ao encontro dos dois para anunciar que teriam um filho. Assim, ao nascer, Maria foi oferecida ainda na infância ao serviço do templo. Devido a sua história, Sant’Anna é considerada a padroeira das mulheres grávidas e dos que desejam ter filhos.

Em Mogi, a devoção à Santa, começou no surgimento do povoado, elevado a vila em 17 de agosto de 1611, com o nome de Vila de Sant’Anna de Mogi Mirim.
Os poucos moradores da vila construíram suas residências no entorno da igreja que naquela época era uma capela. Desde então, o prédio passou por transformações.

Na década de 50, uma igreja ampla marcava a vida social e religiosa da cidade de Mogi das Cruzes, mas em dezembro de 1951 uma parte da parede caiu por causa de uma chuva.
A partir desse momento, os mogianos começaram um movimento para angariar fundos para a construção da atual Catedral de Sant’Anna. O prédio começou a ser erguido em 1952.

(com informações do site G1 – o site de notícias da Globo / Imagem: Prefeitura de Mogi das Cruzes)