quinta-feira, 29 outubro 2020

Golpe no Whatsapp surpreende e assustam pessoas. Criminosos conseguem clonar e ler conversas

A crescente onda dos crimes virtuais assusta e faz cada vez mais vítimas, principalmente no aplicativo Whatsapp.
Uma mulher de 41 anos foi vítima de um golpista na tarde da última segunda-feira (19). Ela recebeu uma mensagem do suposto criador de um grupo da vizinhança do bairro onde mora. O homem solicitava que ela encaminhasse um código que receberia por SMS para participar do grupo.

Logo depois de mandar o número para o homem, ela percebeu que perdeu o acesso ao Whatsapp e começou a receber mensagens de amigos, afirmando que haviam recebido pedidos de dinheiro emprestado em nome dela.

Em outro caso, a vítima é um homem de 30 anos.
Ele disse que teve o WhatsApp clonado. Os criminosos aproveitaram o tempo que estavam usando o aplicativo em nome dele para pedir dinheiro aos contatos. Quando percebeu o golpe, o rapaz acionou a polícia, que investigará o caso. Não houve registro de prejuízos, mas é bom ficar esperto.

Como ter segurança ao usar o Whatsapp

Especialistas apontam que caso a sua conta seja invadida, ou você suspeite de que isso tenha acontecido, a empresa dá dicas de como recuperá-la: entre no aplicativo do WhatsApp com o seu número de telefone e o confirme com o código de 6 dígitos que será enviado via SMS. Ao fazer isso, o WhatsApp deixa automaticamente de funcionar no dispositivo da pessoa que roubou seu perfil.

Durante o processo de recuperação da sua conta, é importante que você avise seus amigos, conhecidos e família. Também vale procurar a equipe do WhatsApp para informar o ocorrido. Alguém se passando por você pode solicitar senhas, contas correntes e dados pessoais.

A dica também é, em caso de alguém pedir favores bancários ou de empréstimo, que a pessoa ligue para o solicitante para confirmar antes de fazer qualquer tipo de operação como pagamento ou transferência. Uma ligação e o golpe se desfaz.