terça-feira, 14 julho 2020

Segurança Michel Flor é condenado a 45 anos de prisão por estuprar e matar a adolescente Rayane Paulino

Depois de mais de sete horas de julgamento, Michel Flor da Silva foi condenado a 45 anos e 4 meses de prisão pela morte da jovem Rayane Paulino Alves, de 16 anos. A adolescente foi morta após uma carona do segurança em outubro de 2018, o corpo foi encontrado na cidade de Guararema. A vítima tentava voltar para a casa depois de uma festa em Mogi das Cruzes.

A sentença foi lida às 20:16 desta sexta-feira (30) e o segurança foi condenado pelos crimes de homicídio, estupro e ocultação de cadáver.

O júri popular do segurança Michel Flor da Silva, acusado de matar e estuprar a estudante Rayane Paulino Alves, de 16 anos, começou às 13:40, desta sexta-feira (30), no Fórum Criminal de Mogi das Cruzes em Brás Cubas.

Michel está preso desde o dia 31 de outubro de 2018. Segundo a polícia, ele confessou ter matado a jovem.

Em carta divulgada nesta quinta-feira (30), o acusado afirma ter se arrependido, mas afirma que não quer pagar por crimes que não cometeu.

(com informações do G1 – o site de notícias da Globo)