segunda-feira, 13 julho 2020

Polícia prende quatro acusados por morte de motorista de aplicativo em Mogi das Cruzes

Nesta segunda-feira (09), a Polícia Civil prendeu quatro acusados pelo assalto e morte do motorista de aplicativo Valter Prado Filho, de 32 anos, ocorrido na madrugada do último dia 2 de setembro em Mogi das Cruzes. A vítima desapareceu durante uma corrida.

O corpo foi encontrado horas depois com perfurações e queimaduras às margens da Rodovia Mogi-Salesópolis. Uma máquina de choque foi encontrada ao lado. Segundo a polícia, o equipamento era da vítima e foi usado contra ela em uma reação ao assalto.

O delegado Rubens José Ângelo, titular do SHPP (Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa) de Mogi das Cruzes, concedeu entrevista coletiva para fornecer detalhes sobre a investigação que resultou na prisão de três pessoas, e na apreensão de um adolescente infrator, envolvidos com o assassinato de Valter.

Wilker Rodrigues Neves, de 19 anos, foi preso nesta segunda-feira (9), em Bertioga. Stephanya Mikaele Barcelos Matos, também de 19 anos, e Lilananda Chanda de Jesus, de 18 anos, já tinham sido presos ao longo da semana passada em Mogi das Cruzes, assim como um menor, de 15 anos, já havia sido apreendido.

Segundo o delegado, durante tentativa de roubo, um aparelho celular e uma bolsa com R$ 50 foram subtraídos da vítima durante o crime.
Os quatro acusados confessaram participação no assalto e no assassinato.

(com informações do G1 – o site de notícias da Globo /Mirielly de Castro/TV Diário)