sexta-feira, 4 dezembro 2020

Homem transforma sacos de ração em bolsas ecológicas e usa renda para alimentar muitos animais de rua

O empreendedor Wallace de Almeida, que era voluntário em um projeto social que servia refeições para moradores de rua, percebeu que muitas pessoas em situação vulnerável tinham animais de estimação.

Pensando em ajudar, o homem teve a ideia de pegar sacos de rações vazios e transformá-los em bolsas. O teste do acessório foi realizado por sua noiva que fez compras no mercado com a bolsa.

Sem apresentar falhas, os produtos foram lançados em julho deste ano. Logo, o trabalho de Wallace chamou a atenção de pessoas ligadas a ONGs (Organizações Não Governamentais) de animais do Brasil.

O projeto chamado SustentaCão, do Rio de Janeiro, arrecada dinheiro com a venda das bolsas para compra de remédios e alimentos para cães e gatos abandonados. Por enquanto, apenas Wallace e o irmão André, ajudam na confecção e venda, assim como no cuidados com os animais.

Cada uma das bolsas é vendida por cerca de R$ 15 no Instagram (link abaixo), em feiras e pelo WhatsApp. Na compra da bolsa, a pessoa recebe também um pouco de ração e um coleira refletiva, que permitem que os animais sejam vistos à noite, evitando atropelamentos.

O SustentaCão também aceita doações de saco de ração vazios e cheios de linhas de costura. A princípio, o projeto é focado nos bairros cariocas de Bangu e Padre Miguel. A meta do empreendedor é levar o projeto a outras regiões.
Link do Instagram do projeto de Wallace: https://www.instagram.com/wpalapala/

(com informações do site Pequenas Empresas & Grandes Negócios)