Brasil não terá horário de verão após 34 anos. Se houvesse, teria início neste sábado (12)

Pela primeira vez desde 1985, não haverá horário de verão no Brasil a partir de 2019. Em decreto assinado em abril pelo presidente Jair Bolsonaro, a ação de antecipação do relógio que acontecia nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, não acontecerá.
Se houvesse horário de verão, ele teria início neste sábado (12) e duraria até fevereiro de 2020.

O horário de verão servia para que fosse aproveitada a iluminação natural no fim da tarde, quando o consumo de energia é mais alto, porém, uma pesquisa do DataSenado em 2018, revelou que a medida também atrapalhava a rotina de trabalhadores e estudantes. A falta de luz solar primeiras horas do dia, dificultava a vida destas pessoas que precisavam acordar cedo, onde a maioria dos consultados queria o término da ação.

Também desde a implantação, o horário de verão foi perdendo força, sendo alvo de diversas propostas no Senado que queriam o seu fim. Desde 1985, diversos estados deixaram de adotá-lo e a duração da medida também foi sendo gradualmente reduzida. Nos últimos anos, por exemplo, como em 2017, já havia sinais de que ele poderia deixar de acontecer.

(com informações da Agência Senado)