terça-feira, 7 julho 2020

Mesmo com “marketing agressivo” de Gian Lopes, redução de salários na Prefeitura deverá valer somente em 2024 em Poá

Mesmo com uma “agressiva” campanha de marketing nas redes sociais por parte do prefeito de Poá Gian Lopes (PL) e de seus correligionários em torno do projeto que reduziria os salários dos secretários municipais, do vice-prefeito e do próprio prefeito em 40%, uma nova informação sobre o assunto poderá reduzir o entusiasmo dos moradores de Poá.

Segundo uma declaração do presidente da Câmara de Vereadores de Poá David de Araújo Campos, o Tio Deivão (PL) em entrevista ao jornal Diário de Suzano, o projeto deverá ser votado somente em 2020 e se aprovado, deverá ter validade apenas a partir de 2024.

Na entrevista, Tio Deivão não deixou claro os motivos para o projeto só ser votado em 2020 e ter validade somente em 2024.

(com informações do Diário de Suzano/Fernando Barreto)