quinta-feira, 9 julho 2020

Justiça interdita casa de shows Vacaloca, em Mogi das Cruzes após irregularidades no sistema de segurança

A 3ª Vara Cível de Mogi das Cruzes determinou nesta quinta-feira (21) a interdição da casa de shows Vacaloca, atendendo a um pedido do Ministério Público, que pontuou irregularidades nos sistemas de segurança.

Na ação civil pública movida pelo MP, o órgão lista que há diversas infrações no local, como proteção contra incêndio, saídas de emergência obstruídas, luzes de emergência e detectores de fumaça inoperantes, fios não isolados, à mostra e em contato com material combustível, ausência de equipamento contra incêndio, e o acesso ao hidrante obstruído.

Além disso, segundo o MP, há prova de autuações da Prefeitura de Mogi por falta de isolamento acústico adequado ou realização de shows a céu aberto, e ainda a presença de menores de idade.
O MP também pontuou a questão do estacionamento da casa de shows. Segundo o órgão, ele é “insuficiente” para o tamanho do público, e reflete em veículos parados na via pública com fila de até um quilômetro.

Também foram constatados, de acordo com o MP, irregularidades nas condições sanitárias da casa, sobretudo quanto à preparação e conversação de alimentos fornecidos aos consumidores.
Diante das irregularidades apresentadas na denúncia do MP, o juiz Bruno Machado Miano destacou que as autuações administrativas e multas que o estabelecimento sofreu não foram suficientes para sanar a situação do local.

O magistrado pontua ainda que a casa de shows deveria receber, conforme o calendário, três grandes shows ainda este ano, nos dias 24/11, 14/12 e 20/12, e permitir a realização deles seria “arriscar com vidas alheias, tendo lembrança o triste episódio da boate Kiss, no estado do Rio Grande do Sul”.

O juiz determinou a interdição imediata, inclusive para o show agendado para este domingo (24), até que o local passe por nova vistoria para um novo Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB), Polícia Militar, Juízo da Vara da Infância e da Juventude, Vigilância Sanitária e outras licenças municipais. O juiz ainda determina multa no valor de R$ 100 mil para cada show realizado sem o cumprimento das determinações.
A casa de shows Vacaloca divulgou uma nota sobre o assunto, onde confirma a realização de um show no próximo final de semana. Veja abaixo.

“O mega show com Jorge e Mateus, programado para domingo, acontecerá normalmente.
O ambiente coberto do Vacaloca, para atender normas de segurança, passou por uma intervenção, a qual, inclusive, foi encerrada hoje e amanhã já será comunicada ao juízo.

Mesmo se assim não fosse o show será na área externa, não comprometida com a reforma que estava sendo feita, e portanto completamente desembaraçada para receber, com toda a segurança, qualquer evento.
Enfim, Jorge e Mateus estarão no domingo fazendo um grande espetáculo na nossa cidade para alegrar toda a população de Mogi das Cruzes e Região. Igualmente, toda a agenda de eventos segue confirmada. Aguardamos todos no próximo domingo, no espaço sunset, na área externa do Rancho Vacaloca”.

(matéria reproduzida do site G1 – o site de noticias da Globo/TV Diário)