sexta-feira, 26 fevereiro 2021

Dois jovens moradores de Mogi das Cruzes estão entre os mortos em baile funk em São Paulo no último domingo (01)

Dois moradores de Mogi das Cruzes estão entre as nove pessoas que morreram após ação da Polícia neste domingo (01) em um baile funk na comunidade de Paraisópolis, localizada na Zona Sul de São Paulo.

Os corpos de Gabriel Rogério de Moraes, de 20 anos e Bruno Gabriel dos Santos, de 22 anos já foram identificados por seus familiares.

Gabriel Rogério morava no bairro da Vila Cléo em Mogi das Cruzes, e trabalhava como leiturista de uma empresa que presta serviços para uma concessionária de energia. O corpo do jovem foi reconhecido pelo Instituto Médico Legal (IML) da capital paulista.
O corpo de Gabriel é velado no Velório Cristo Rei em Mogi das Cruzes, o sepultamento ocorrerá no Cemitério da Saudade às 16 horas.

Bruno Gabriel, que também morava em Mogi das Cruzes, trabalhava como Operador de Telemarketing.
Segundo a irmã dele, a professora Vanine Cristiane Siqueiras, 39 anos, Bruno fez 22 anos no último dia 28, mas resolveu comemorar com os amigos na noite de sábado (30).

Vanine conta que os amigos de Bruno avisaram a família que ele havia ficado ferido após a confusão no baile funk. Segundo eles, o jovem teria corrido para o lado oposto ao do grupo de amigos durante a confusão.
Ela disse ainda que a família está bastante abalada, pois Bruno foi adotado por eles ainda pequeno.
O corpo do jovem deverá ser velado e sepultado em Mogi das Cruzes.

(com informações do jornal Agora e do site G1 – o site de notícias da Globo)