quarta-feira, 21 outubro 2020

Delegacia de Suzano investiga ataques contra contas de Whatsapp de empresários e políticos de Suzano. Pelo menos uma pessoa é investigada

A Delegacia Central de Suzano, investiga ataques contra contas do aplicativo Whatsapp de empresários e políticos de Suzano. Após denuncias, um inquérito foi aberto e pelo menos uma pessoa é investigada.

Através dos ataques, mensagens conhecidas como “travas”, são enviadas por números falsos através do Whatsapp no objetivo de prejudicar o destinatário. Quem recebe as mensagens, pode até perder as conversas pessoais e ser banido no aplicativo.

Segundo a Lei dos Crimes Cibernéticos (Lei 12.737/2012), quem viola sistema de segurança (senhas, travas, sistemas de criptografia etc) para invadir computador, rede, celular ou dispositivo similar sem autorização (independente de estar ou não conectado à internet) para obter, adulterar ou destruir dados ou informações ou, ainda, para instalar vírus ou vulnerabilidades no dispositivo poder ter uma pena que pode variar de seis meses a dois anos de prisão além do pagamento de multa e indenização para vítima.

(Imagem: Arquivo/Diário de Suzano)