segunda-feira, 13 julho 2020

Há exatos 8 anos, falecia o ex-vereador de Suzano e ex-deputado estadual José Candido

Na última quarta-feira (12), completou 8 anos que o ex-vereador e ex-deputado estadual José Candido faleceu.
Candido foi um dos maiores líderes da região do Alto Tietê e um dos políticos mais votados.

Nascido na cidade de Sabino, no interior de São Paulo, José Candido mostrou vontade pela política desde cedo.
Iniciou sua vida política com apenas 19 anos, quando liderou o Sindicato dos Trabalhadores Rurais da cidade de Oriente e região.

Formado no curso de torneiro mecânico, participou da fundação, já na cidade de Suzano, da Comunidade Católica e da construção do Centro Comunitário da Sociedade Amigos de Bairro.

Cândido disputou sua primeira eleição no ano de 1982, como líder comunitário do bairro Jardim Revista, onde morava.
Na época, sem nenhum apoio de políticos, nem estrutura de campanha, quase foi eleito. Em 1988, conseguiu a vaga de vereador, e foi reeleito nos anos de 1992 e 1996.

Ficou na Câmara de Vereadores de Suzano, dessa forma, entre os anos de 1989 e 2000.
Foi após um intenso trabalho que alguns bairros de Itaquaquecetuba, em um plebiscito, decidiram fazer parte de Suzano. Cândido liderou o movimento, que visava garantir atendimento social aos moradores da divisa. Após a mudança, os bairros começaram a receber infraestrutura, como água, esgoto, asfalto e luz.

Após o terceiro mandato como vereador, José Cândido passou a atuar em movimentos sociais e no fortalecimento do Partido dos Trabalhadores (PT) no Alto Tietê.
Seu apoio, na eleição de 2002, ajudou o candidato Lula a ser eleito presidente da República.

Em 2006, José Cândido resolveu voltar à política.
Eleito deputado estadual, manteve sua atuação ligada aos movimentos sociais. Mas também se destacou na defesa do meio ambiente, dos direitos humanos (foi presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia) e do combate ao racismo, não só de raça, mas também de religião e social.

Além de vereador e deputado estadual, José Candido foi presidente nacional da Comunidade Kolping e ministro da Palavra e Eucaristia na Igreja Católica.

José Candido faleceu em 12 de fevereiro de 2012, aos 69 anos, após uma parada cardíaca ocorrida durante cirurgia para remoção de pedra na vesícula.
Seu velório foi realizado no Ginásio Poliesportivo Paulo Portela, em Suzano, e contou com a presença de diversas autoridades do estado e uma multidão de admiradores.

Cândido deixou a mulher, Laura e seis filhos (um deles, o ex-prefeito de Suzano Marcelo Candido).