sexta-feira, 27 novembro 2020

Denúncia sobre falta de entrega de cestas básicas aos bolsistas da Frente do Trabalho está sob análise em Poá

Foi registrado e distribuído pelo Ministério Público de Poá um documento sobre uma denúncia feita pelo vereador Luiz Eduardo Oliveira Alves (PODE), o Edinho do Kemel. A denúncia se trata sobre a não entrega de duas cestas básicas em 2019 aos bolsistas da Frente de Trabalho da Prefeitura Municipal de Poá.

Protocolado no último dia 07 de fevereiro, o ofício foi distribuído no último dia 21. Entretanto a notícia de fato será divulgada no prazo de 30 dias, contando assim à partir da data do seu recebimento. Seguindo as datas, o prefeito Gian Lopes (PR) têm um prazo contado para resolver esta questão. Edinho do Kemel declarou:

“É isso: ou resolve ou resolve. Não estamos de brincadeira, nosso compromisso é com o povo, os trabalhadores, o Direito e a Justiça. Que ela seja feita. Vale ressaltar que a cesta de janeiro foi paga em dinheiro, enquanto a lei permite o pagamento via cartão alimentação… O nome disso é falta de gestão, lidar com o dinheiro público é coisa séria. Nesse período, o membro do MP poderá colher informações preliminares imprescindíveis para deliberar sobre a instauração do procedimento próprio”

Nove dos 17 vereadores assinaram o documento. Entre eles, além de Edinho e Saulo Dentista estão: Diogo Reis da Costa (PSL), o Diogo Pernoca, Fabio Camilo Batista (PPS), o Suru, Mario de Oliveira (PRP), o Marinho do Jornal, William Ferrari (PROS), o Neno Ferrari, Saulo Souza (SD), Antonio Faustino Ventura (SD), o Toninho da Biblioteca e Azuir Marcolino Cavalcante (PTB).

(com informações do site Novo São Paulo).