quinta-feira, 22 outubro 2020

Mogi das Cruzes tem 6 casos suspeitos de coronavírus nesta quinta-feira (12)

A cidade de Mogi das Cruzes tem 6 casos suspeitos de coronavírus (Covid-19) nesta quinta-feira (12), a informação foi divulgada pela Câmara Técnica da Saúde do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) ao jornal Diário de Suzano.
Os casos suspeitos no município aguardam exames. Outros 5 casos suspeitos já foram descartados anteriormente.

Na região do Alto Tietê, 38 casos suspeitos do Coronavírus aguardam a realização de exames.

Pandemia

Na última quarta-feira (11), a Organização Mundial de Saúde classificou como pandemia o cenário da doença pelo mundo, conceito usado quando são registrados casos em todos os continentes.

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, alertou quanto ao uso do tema: “Pandemia não é uma palavra para ser usada de maneira leve ou descuidada. É uma palavra que, se mal utilizada, pode causar medo irracional ou aceitação injustificada de que a luta acabou, levando a sofrimento e morte desnecessários. A descrição da situação como uma pandemia não altera a avaliação da OMS da ameaça representada por esse vírus. Isso não muda o que a OMS está fazendo, nem o que os países devem fazer”. No Brasil, a definição das políticas públicas federais compete do Ministério da Saúde.

“Desde o início do ano, o Estado de São Paulo tem desenvolvido medidas de monitoramento, prevenção e preparo da rede para enfrentar o COVID-19. Conta com um Centro de Contingência específico para isso, além de ter instalado o COE-SP (Centro de Operações de Emergências) ainda em janeiro, antes da confirmação do primeiro caso na Capital. Estamos articulados com o Ministério e Prefeituras, somando esforços para proteger e assistir a população. Continuaremos atentos, dedicados e preparados para diagnosticar e atender casos suspeitos e confirmados da doença”, afirma o Secretário de Estado da Saúde, José Henrique Germann.

Dicas de prevenção:

– Cobrir a boca e nariz ao tossir ou espirrar;

– Utilizar lenço descartável para higiene nasal;

– Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;

– Não compartilhar objetos de uso pessoal;

– Limpar regularmente o ambiente e mantê-lo ventilado;

– Lavar as mãos por pelo menos 20 segundos com água e sabão ou usar antisséptico de mãos à base de álcool;

– Deslocamentos não devem ser realizados enquanto a pessoa estiver doente;

– Quem for viajar aos locais com circulação do vírus deve evitar contato com pessoas doentes, animais (vivos ou mortos), e a circulação em mercados de animais e seus produtos.