João Doria decreta quarentena obrigatória de 24 de março até 7 de abril em todo o estado de São Paulo

Neste sábado (21), o governador de São Paulo João Doria, decretou quarentena obrigatória por 15 dias no Estado de São Paulo. Somente os serviços considerados essenciais para a população vão continuar funcionando. A quarentena vale entre os dias 24 de março a 7 de abril.

Poderão funcionar hospitais, farmácias, clínicas públicas e privadas, bancos, lotéricas, pet shops, supermercados, hipermercados, padarias e açougues. Os outros estabelecimentos relacionados à alimentação poderão funcionar com o sistema de delivery.

Com relação aos abastecimentos, como postos de gasolina, serviços de transporte, serviços de call center seguirão funcionando com os devidos cuidados recomendados pelos serviços de saúde.
Os sistemas de segurança pública e privada também continuarão funcionando normalmente para resguardar a população.
As indústrias devem continuam operando, já que não têm atendimento ao público em geral.

O decreto vale para todas as 645 cidades paulistas e a orientação é de que as pessoas fiquem em casa e evitem contato externo.