terça-feira, 7 julho 2020

Doria ameaça mandar multar e prender se a população não respeitar isolamento no estado de São Paulo até segunda-feira (13)

Em entrevista, na noite desta quinta-feira (09) ao jornal SPTV da Rede Globo, o governador João Doria (PSDB) diz que irá multar e até mandar prender se a população não respeitar as orientações de isolamento social durante o feriado da Páscoa. Ao endurecer as medidas de combate ao coronavírus (covid-19) no estado de São Paulo, ele disse que haverá prisões se a taxa de pessoas cumprindo a quarentena não melhorar.

“Vamos fazer um teste neste final de semana. Se não elevarmos esse nível de pessoas cumprindo a quarentena – que hoje é de 50% – para 60% e caminharmos para 70%, a partir de segunda-feira (13), o governo do estado tomará medidas mais rígidas. Quero evitar isso, porque isso significa que pessoas não poderão apenas receber advertências, mas também multa e voz de prisão. Desejo ter que evitar isso. As pessoas precisam ter consciência”, disse. E completou: “Isolamento social não são férias”.

No estado de São Paulo a quarentena foi prorrogada até o dia 22 de abril.