sexta-feira, 30 outubro 2020

Supremo Tribunal Federal revoga liminar que autorizava Zé Pirueiro a exercer mandato de vereador em Suzano. Ele poderá deixar o cargo

O vereador José Carlos de Souza (PTB), o Zé Pirueiro, teve uma dura derrota no Supremo Tribunal Federal (STF) nas últimas horas.
Uma liminar que autorizava Zé Pirueiro a exercer o mandato de vereador e acessar as dependências da Câmara de Suzano foi revogada.
Com a decisão do STF, Pirueiro poderá deixar o cargo nas próximas horas.

Em entrevista ao jornal Diário de Suzano, o advogado Dario Reisinger, representante do vereador, afirmou que o parlamentar ainda não foi afastado, pois, o acórdão ainda não foi publicado pela Suprema Corte.

Porém, o advogado também afirmou que, assim que o acórdão ser publicado, irá entrar com um embargo de declaração. Ou seja, apresentar pontos discordantes da decisão tomada pelo STF ao que se refere ao afastamento.

Zé Pirueiro ficou preso cerca de 13 meses, após uma operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). A investigação descobriu elo entre uma facção criminosa e o transporte complementar de vans em Suzano. A suspeita do envolvimento do vereador suzanense surgiu a partir de escutas telefônicas.

(com informações do Diário de Suzano)