quinta-feira, 2 julho 2020

Irmã de paciente com suspeita de coronavírus reclama de atendimento em Suzano. Ashiuchi diz que vai apurar o caso e tomar providências

Valdirene Guimarães, moradora de Suzano, fez um desabafo sobre o atendimento que sua irmã recebeu na última segunda-feira (11), no Pronto-Socorro Municipal, anexo a Santa Casa de Suzano.
Martha Guimarães de Moura, de 48 anos, procurou o Pronto-Socorro Municipal, com sintomas do coronavírus (covid-19) e foi liberada horas depois, mesmo com médio comprometimento pulmonar atestado em exames.

Segundo Valdirene, sua irmã foi bem atendida por um primeiro médico no local, mas após realizar uma tomografia e ter um retorno com outro profissional de saúde, ela recebeu uma receita de medicamentos e foi liberada, sem nenhuma explicação.
Imediatamente após receber a liberação no Pronto-Socorro Municipal de Suzano, Martha foi levada a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Santa Luiza, na cidade de Ribeirão Pires, onde foi atendida. Momentos depois, ela foi encaminhada ao Hospital de Campanha daquela cidade, onde está internada até então.

O desabafo de Valdirene sobre a situação de sua irmã foi feito em uma publicação em um grupo da rede social Facebook.
Nos comentários deste grupo, o prefeito de Suzano Rodrigo Ashiuchi se manifestou sobre o assunto, afirmando que vai apurar o caso e tomar providências.
“Conforme resposta acima, assim que visualizada a reclamação, passamos o caso ao Secretário de Saúde, a Direção do Pronto Socorro e coordenação médica, que estão apurando o ocorrido e tomando as devidas e necessárias providências para que tal situação não mais ocorra.
Estamos atendendo 24 horas inúmeros casos, que leva a equipe ao elevado nível de desgaste, onde mesmo se tratando de seres humanos não justifica a situação relatada e erros que podem custar preciosas vidas.
Pedimos desculpas e reiteramos que estaremos conversando com todos os envolvidos”, escreveu Ashiuchi.

Veja abaixo, o desabafo de Valdirene sobre sua irmã e em seguida a resposta de Ashiuchi.

Reprodução/Facebook
Reprodução/Facebook
Reprodução/Facebook