Ashiuchi se encontra com Doria em São Paulo, cobra flexibilização da quarentena em Suzano e a ampliação do número de leitos de UTI

O prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi, e o presidente do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat), Adriano Leite, entregaram na tarde desta segunda-feira (01) ao governador João Doria, um documento que pede a flexibilização da quarentena de prevenção ao coronavírus (covid-19) em Suzano e em cidades da região do Alto Tietê, nos próximos dias.

O ofício também cobra os investimentos prometidos na ampliação do número de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) nos hospitais estaduais da região, assim como o envio de respiradores para aumento da capacidade nos serviços municipais.
A região do Alto Tietê, segundo levantamentos apresentados pelo Consórcio, tem aproximadamente 340 leitos de UTI (em hospitais públicos e privados) para pacientes com covid-19.

O compromisso deles é que o documento seja analisado pelo Centro de Contingência do Coronavírus, o qual fará a primeira revisão de classificação das regiões amanhã, com o resultado divulgado na quarta-feira (03).
Esse resultado mostrará se a região terá a permissão do Governo do Estado para flexibilizar a abertura do comércio ou não.

A expectativa de Ashiuchi e prefeitos da região é que o Alto Tietê avance para a fase laranja e, assim como a cidade de São Paulo, possa iniciar o processo gradual de retomada econômica.